Deprecated: mysql_pconnect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/clubeser/public_html/Connections/config.php on line 9

Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/clubeser/public_html/Connections/config.php:9) in /home/clubeser/public_html/header.php on line 37

Warning: session_start(): Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /home/clubeser/public_html/Connections/config.php:9) in /home/clubeser/public_html/header.php on line 37

Deprecated: mysql_pconnect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/clubeser/public_html/Connections/config.php on line 9

Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/clubeser/public_html/header.php on line 83
Clube de Desbravadores Serrano


 

Cactos

Data: 24/04/2018 - 12:04 | Escrito por: Guilherme Gomes | Categoria: Especialidades | Visitas: 2390

 

Cactos

ESPECIALIDADE DE CACTOS

 Elaborada por Leila Araújo – Instrutora

Clube de Desbravadores Serrano – 5ª Região - AP

 

Introdução

A palavra cactusvem do grego Κακτος kaktos, empregada antigamente para designar uma espécie de cardo espinhoso, e foi escolhida como nome genérico Cactus, por Linnaeus em 1753. 

FOLHAS - Em muitas espécies,pertencentes da subfamília Pereskioideae, as folhas são grandemente ou inteiramente reduzidas, modificadas em espinhos, reunidos em um ponto saliente ou deprimido, que constitui a aréola, de onde se originam ramos, folhas, flores...

FLORES -Seu formato varia podendo medir de 2 milímetros a 30 centímetros.

 

 

 

Echinopsis florido. Suas flores de perfume adocicado abrem à noite e murcham na manhã seguinte.

 

 

FRUTO- Medem entre 0,4 e 12 milímetros de comprimento .

 

1. Citar as principais características de um cacto.

Pertence a família das cactáceas, das quais se conhecem aproximadamente 200 gêneros e duas mil espécies. Formam um família singular de plantas suculentas, espinhosas ou pilosas. Podem assemelhar-se a bastões espinhosos, minúsculas pás, vasos decorados. Muitos podem ser cultivados em casa. Habitam nas regiões áridas ou semi-áridas. Seus espinhos são folhas atrofiadas, e serve para que eles não percam água inexistentes em seu interior.
Praticamente todos cactos contém uma seiva amarga, algumas vezes leitosa, em seu interior.Há cactos que vivem somente 25 anos, os quais já florescem com dois anos. O Saguaro, Carnegiea gigantea, cresce até a altura de 15 metros, sendo que o recorde é de 17,67m, mas em seus dez primeiros anos cresce somente 10 centímetros. O Echinocactus grusonii, das Ilhas Canárias, alcança a altura de 2.5 metros e diâmetro de 1 metro, e já é capaz de florescer com seis anos.

 


Cacto Saguaro no Arizona, EUA. Espécie bem conhecida dos filmes de faroeste 

 

 

2. Mencionar três utilidades dos cactos. 

  • Figo da Índia é um cacto comestível.
  • O Alois (babosa) usado para dar beleza ao cabelo.
  • O agave na fabricação de cordas devido a suas fibras.
  • Com o armazenamento de água em regiões secas pessoas e animais são beneficiados.
  • Propriedades medicinais


3. Em que região há mais quantidade de cactos? Por quê?

Os cactos são mais abundantes em lugares áridos ou onde há pouca chuva. Não tem uma boa adaptação a lugares úmidos e chuvosos nem, tampouco, em lugares frios. Os cactos são encontrados mais nos Estados do nordeste brasileiro, na chamada região da caatinga, além de estarem nos desertos de outros lugares do mundo. Elessão muito bem localizados, pois em desertos não há água e os cactos tem água dentro, aliviando os viajantes desprevenidos.
No Nordeste temos o mandacaru, uma espécie que simboliza a região. Ao longo do litoral, os cactos fazem parte da paisagem, já que resistem ao sol forte e ao calor excessivo das areias nos meses de verão. Há também, os cactos chamados "flores-de-maio", que são cactos ornamentais encontrados facilmente em floriculturas e que, na natureza, ocorrem em florestas que vão do estado de Santa Catarina até o estado do Espírito Santo.


Já o "coroa-de-frade"
(Melocactusmacrodiscus) ocorre do México até oPeru e, também, no Brasil. Seu nome foi inspirado no fato de apresentar uma estrutura rosada, formada por pequenas cerdas e minúsculos espinhos, no alto da planta, como se fosse uma coroa. De dentro dessa estrutura é que saem as flores. No Rio de Janeiro, o "coroa-de-frade" quase não existe mais por causa da destruição dos ambientes onde ele costuma ocorrer, como as restingas.

 

Nas Américas, os cactos podem ser encontrados desde o Canadá (norte da América do Norte) até a Patagônia (no extremo sul da América do Sul). Ao todo, são aproximadamente duas mil espécies, vivendo desde o nível do mar até em montanhas de 4.500 metros de altitude. Enfim, há cactos em lugares onde cai neve, como no Canadá e nos Andes, e sobre troncos de árvores de florestas, como na Mata Atlântica.

 

4. Conhecer e identificar ao natural, ou em fotografias, 15 espécies de cactos.(TRABALHO)

 

O figo-da-Índia pode ser verde, amarelo ou laranja. O sabor do figo-da-Índia é adocicado, um pouco parecido com a combinação entre a pera e o melão.

 

 


Nome científico – EuphorbiaTrigona
Nome popular – Candelabro, Cacto Castelinho

 

 

 

O mandacaru (Cereus jamacaru), também conhecido como cardeiro,1 é uma planta da família das cactáceas. É comum no nordeste brasileiro e não raro, atinge até mais de 5 metros de altura.


Agave,havortia, mamilaria, echeveria, gasteralingua, calanchoo, dedinho de moça, rabo de gato, orelha de urso, zigocactos (flor de maio), filocactos, echinocactos, e noctocactos.

 

5. Fotografar, observar ou desenhar pelo menos 10 espécies de cactos, e classificá-los, ou criar pelo menos três diferentes espécimes de cactos.( TRABALHO)

 

O ideal é criar alguns cactos, pois se aprende muito com a experiência. Podem ser em vasos com plantas ornamentais e se encontram em qualquer casa do ramo. Há um cacto do gênero cereus que tem os frutos comestíveis; eles usam para suporte de enxerto. Eles sobem em árvores emaranham as raízes de suporte, matando-as em pouco tempo. Quase todos os cactos têm propriedades medicinais.

Para os que não podem criar, por diversos motivos, faça desenhos caprichados, fotografe ou recorte fotos de cactos para sua coleção identificando cada um dos cactos de seu trabalho.

 

 

CURIOSIDADES SOBRE OS CACTOS

 

  • A origem do nome: o termo "cactos" foi usado há cerca de 300 anos antes de Cristo pelo grego Teofrastus. Em seu trabalho chamado Historia Plantarum, ele associa o nome cacto à plantas com fortes espinhos. Embora os cactos possam ter formas diversas, ainda hoje associamos a idéia de que são plantas com muitos espinhos.
  • Nem todas as plantas que mantêm água dentro da sua estrutura são cactos. Essa característica também é comum às plantas suculentas. A diferença é que os cactos têm apenas caule e espinhos e as suculentos também têm folhas e nem sempre espinhos.
  • Todos os cactos florescem, porém algumas espécies só dão flores após os 80 anos de idade ou atingir altura superior a dois metros. Depois da primeira floração, todo ano, na mesma época, as flores voltam a aparecer.
  • Algumas espécies dão frutos comestíveis. É o caso do cacto mexicano OpuntiaFicus-indica, que produz o conhecido figo-da-índia.
  • Cactos podem viver até 200 anos e alcançar 20 metros de altura (como o Cornegiagigantea, originário dos EUA e México). Mas também existem espécies minúsculas. A menor conhecida é o Blosfeldialiliputana, dos Andes bolivianos, com apenas 0,5 centímetros de diâmetro.
  • Apesar de 92% de sua estrutura ser composta por água, a presença do cacto indica sempre um solo pobre e seco.
  • No mundo, existem mais de duas mil espécies de cactos catalogadas. Só no Brasil, são mais de 300 tipos.
  • Os cactos reproduzem-se tanto por sementes quanto por estacas (enterradas).

 

Baixe a especialidade Aqui

 

Deixe seu comentário: